Celebre a vida

Mais do que uma festa criada por gênios do marketing, que movimenta as máquinas da indústria, as gôndolas do comércio e aquece a economia de milhares de famílias, o Natal é uma das datas mais significativas do ano e ela, em especial, nos leva a refletir a importância das nossas vidas de forma individual, mas, principalmente na coletividade da família e dos amigos que nos cercam.

O feriado cristão, que nos relembra todos os anos do nascimento de Jesus Cristo, e de tudo que ele representou para a nossa história, nos enche de sentimentos bons e nos leva a estender ainda mais o círculo de solidariedade aos que mais precisam. Mas, cuidar do próximo que mais precisa de atenção deve ser uma missão nossa diária, de acordo com os ensinamentos bíblicos.

Mas, nos tempos de hoje, essa partilha com o próximo não deve ser vista apenas na divisão do pão de cada dia, com a doação de alimentos e de outros mantimentos, como sempre vemos e louvamos nas ações humanitárias de milhares de pessoas de bom coração. Falo mesmo é de inverter a lógica do senso comum e tomar atitudes como sociedade civil e como poder público que possam valer um resgate verdadeiro daquelas que estão reféns do tempo e do esquecimento.

O que digo pode até parecer utópico, algo impossível de se efetivar, mas isso não pode nos impedir de tentar. A sociedade tem a força de cobrar, os poderes públicos devem ter a capacidade de atender e assim podemos seguir a construção de um pacto social, econômico e ambiental, em prol das pessoas.

E como estamos aqui para falar de coisa boa, quero aproveitar a oportunidade para desejar um belo Natal a todos. Celebre a Vida, o Amor e a Família.

Deixe uma resposta